• segunda-feira, 22 de outubro de 2018
  • 15:51 Icone do tempo--ºC / --ºC

Legislativo

16/5/2018 às 13h37

Orçamento Municipal para 2019 é estimado em R$ 127 milhões

Lei de Diretrizes Orçamentárias para o próximo ano foi apresentada em audiência pública na Câmara

Autoridades municipais, representantes do Executivo e alunos acompanharam a audiência na manhã de hoje (Foto: Ass. Imprensa-Câmara) Autoridades municipais, representantes do Executivo e alunos acompanharam a audiência na manhã de hoje (Foto: Ass. Imprensa-Câmara)
Na manhã desta quarta-feira (16) foi realizada na Câmara Municipal de Dracena a audiência pública para dar conhecimento à população sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2019, em trâmite no Legislativo. Estiveram presentes na audiência o presidente da Câmara Rodrigo Parra e os vereadores Ailton Lorensetti, Juninho do Esporte, Maria Mateus, Milton Polon, Pedro Gonçalves Vieira e Sara Scarabelli; o contador José Vanderlei Ribeiro Nunes, o consultor municipal Sérgio Aparecido Venceslau, a contadora do Legislativo Luciana Castilho, a assessora legislativa Regiane Vinícius, alunos do segundo ano do ensino médio da escola EE Eng. Isac Pereira Garcez e representantes de entidades do município.
O presidente da Câmara, Rodrigo Parra, iniciou a audiência e agradeceu logo no início a presença de todos e o presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, o vereador Ailton Lorensetti, ressaltou a importância da participação popular nas audiências.
A apresentação da proposta orçamentária para o próximo ano ficou a cargo do Sr. Venceslau, que explicou o processo de elaboração da lei. “A LDO define as metas e prioridades para o ano subsequente e direciona como os recursos serão utilizados.” Afirmou ainda que a estimativa de arrecadação e gastos está em torno dos R$ 127 milhões e que até final de outubro a Lei Orçamentária Anual (LOA) será encaminhada ao Legislativo para apreciação e votação.
Entre as metas estabelecidas estão reforma das EMEFIs, do Ginásio de Esportes e de praças públicas, aquisição de ônibus para transporte escolar e caminhões basculantes, pavimentação asfáltica, sinalização de trânsito, renovação e ampliação da frota de veículos da Saúde, entre outras.
Após toda a explicação, foi aberto ao público espaço para questionamentos e sugestões de áreas para aplicação desse orçamento. Entre as principais preocupações estavam os recursos destinados às entidades assistenciais, sinalização do trânsito e educação.
 

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também