• sábado, 29 de abril de 2017
  • 20:25 Icone do tempo--ºC / --ºC

Esporte

25/2/2015 às 03h09

Após trocas, Muricy define Pato e Luis Fabiano como dupla de ataque

Depois de testar Alan Kardec, Ewandro e até o Fabuloso sozinho, treinador escolhe os dois na frente; dupla é a principal esperança de gols contra o Danubio

Pato comemora gol ao lado de Luis Fabiano: dupla de ataque titular (Foto: Marcos Ribolli) Pato comemora gol ao lado de Luis Fabiano: dupla de ataque titular (Foto: Marcos Ribolli)

O São Paulo tem o melhor ataque do Paulistão: são 18 gols em seis jogos, média de três por partida. O número dá a dimensão da força ofensiva da equipe, mas foi alcançado sem uma definição sobre qual é a dupla de frente do time. Tal dúvida não existe mais na cabeça do técnico Muricy Ramalho nesse momento. Depois de algumas trocas, ele definiu Alexandre Pato e Luis Fabiano como titulares. Eles serão as principais esperanças de gols contra o Danubio, nesta quarta-feira, 25, no Morumbi, pela Taça Libertadores.

As mudanças nas nove escalações do São Paulo para os jogos dessa temporada também afetaram o ataque. Muricy testou Alan Kardec ao lado de cada um dos dois titulares, Ewandro como companheiro de Luis Fabiano e até o próprio Fabuloso sozinho como única referência.

O comandante entende que Pato é o companheiro ideal para Kardec ou Luis Fabiano, centroavante titular e escolhido no momento. Mas ele não pôde atuar na estreia da Libertadores, na derrota por 2 a 0 para o Corinthians, por conta de uma cláusula contratual com o rival.

“O Pato serve para os dois, porque ele se mexe muito e dificulta para os adversários, além de abrir espaço para o Luis. O Kardec e o Luis Fabiano, juntos, mostraram que têm dificuldade. Contra o Corinthians não queríamos deixar o Luis isolado, porque não serve mais para isso. Não tem velocidade e precisa de alguém encostado. Tentamos o Kardec, mas não deu certo. Sempre que ele faz dupla com um dos dois saem muitos gols. Ele é um cara que se mexe muito atrás dos volantes. Isso abre a defesa adversária”, explicou Muricy.  

Os números dão razão ao treinador. Kardec e Luis Fabiano atuaram juntos contra Vasco (vitória por 2 a 1, com um gol do Fabuloso), Penapolense (vitória por 3 a 1, com outro gol do Fabuloso) e Corinthians (2 a 0 para o rival). Quando Pato foi o companheiro de Kardec, o Tricolor bateu Capivariano (4 a 2, com três gols de Pato e um do centroavante) e Bragantino (5 a 0, com um gol de cada um).

“O Pato é um baita jogador. Se ele quiser sempre jogar no limite, vai render muito. Ele sabe que aqui é assim. A gente dá muita oportunidade. Ele tem entrado bem. Por isso vai permanecer. Se no próximo jogo ele não atuar bem, sai. Tem de ter isso, se não o jogador se acomoda na posição”, finalizou.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também