• quinta-feira, 17 de abril de 2014
  • 13:34 Icone do tempo--ºC / --ºC

Cidade

6/6/2013 às 05h30

Vigilância registra 232 casos de dengue na cidade

No início do ano, os bairros com maior incidência era o Jardim Jussara, Santa Clara e Metrópole, entretanto, não há mais como citar o bairro com o maior número de casos, porque o mosquito se espalhou por toda cidade

O trabalho de nebulização foi intensificado ontem logo cedo, no bairro Metrópole (Foto: M. Quinoshita/JR) O trabalho de nebulização foi intensificado ontem logo cedo, no bairro Metrópole (Foto: M. Quinoshita/JR)

A Vigilância Epidemiológica confirmou na tarde de ontem (5), a situação que o município se encontra em relação à dengue. Até o momento foram registrados 232 casos da doença, sendo 202 autóctones (adquiridos na cidade) e 30 importados. Foram registrados em Dracena, um caso de dengue tipo 4; os demais são do tipo 1. Com isso, Dracena continua em estado de alerta e com epidemia da doença.

Segundo informações da profissional de IEC da Vigilância Epidemiológica, Aline Andrade, a cada semana chega a confirmação de um novo caso, sendo que cerca de 40 exames de pessoas com a suspeita da doença aguardam resultados no Instituto Adolpho Lutz, em Presidente Prudente. “Quando o paciente está com suspeita, imediatamente a Vigilância faz o trabalho de bloqueio de nove quarteirões próximos à residência do paciente infectado que tem os trabalhos intensificados pelos agentes, para verificação dos possíveis lugares de criadores do mosquito da dengue. Já nos casos autóctones são feitos bloqueios em 25 quarteirões próximos à residência do paciente com a utilização de veneno para nebulização para erradicar o mosquito”, explica.

Durante o período da manhã e tarde de ontem, funcionários nebulizaram trechos do bairro Metrópole. “No início do ano, os bairros com maior incidência era o Jardim Jussara, Santa Clara e Metrópole, entretanto, não há mais como citar o bairro com o maior número de casos, porque o mosquito se espalhou por toda cidade e todos os bairros há focos da dengue”, enfatiza a profissional de IEC.

Aline pontua que o período de chuvas deverá começar a partir deste mês e que muitas pessoas pensam que por causa disso o foco diminui. “Quem pensa assim está totalmente enganado. A população deve continuar atenta e estar sempre limpando os quintais, calhas, evitar laje descoberta, caixa d’água, pratos de planta e objetos inservíveis como latas, potes e plásticos devem ser sempre verificados. Outra medida é não deixar lixo espalhado no quintal, uma tampinha de garrafa é o suficiente para acumular água e virar um criadouro do mosquito”, salientou.

Diversas cidades do Oeste Paulista registram aumento do número de casos de dengue.

Dracena já superou os dois últimos anos em relação ao número de casos da doença na cidade. Em 2012 foram registrados 19 casos autóctones e seis importados. Enquanto que em 2011 foram registrados 140 casos autóctones e nove importados.

A população deve ficar atenta a sintomas como: febre alta com início súbito; forte dor de cabeça; dor atrás dos olhos, que piora com o movimento; perda do paladar e apetite; manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores; náuseas e vômitos; tonturas; extremo cansaço; moleza e dor no corpo; além de muitas dores nos ossos e articulações. Caso os sintomas persistirem por dias, a orientação é procurar o Posto de Saúde mais próximo de casa.

Comentários



  • Regras para comentários

    Não serão aceitas as seguintes mensagens:

    Com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia;

    Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas;

    Com linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;

    De cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;

    Anônimas ou assinadas com e-mail falso;

    O Portal Regional:

    Não se responsabiliza pelos comentários dos internautas;

    Se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, retirar qualquer mensagem que possa ser interpretada contrária a estas regras ou às normas legais em vigor;

    Não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente do uso deste serviço perante usuários ou quaisquer terceiros;

    Se reserva o direito de modificar as regras acima a qualquer momento, a seu exclusivo critério.

Leia também